Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Dia Mundial da Terra

22.04.20, Olga Cardoso Pinto
"Nunca o homem inventará nada mais simples nem mais belo do que uma manifestação da natureza. Dada a causa, a natureza produz o efeito no modo mais breve em que pode ser produzido." Leonardo da Vinci Amar, Proteger, Respeitar este planeta Terra que nos acolhe Imgem: Nábia dando água ao mundo, autoria Olga Cardoso Pinto

A beleza da Natureza na cidade

20.04.20, Olga Cardoso Pinto
«A natureza pinta para nós, dia após dia, quadros de infinita beleza se tivermos olhos para ver...» John Ruskin (Inglaterra 1819-1900) - escritor, crítico de arte, sociólogo, apaixonado pelo desenho e pela música. Foto: Igreja de Nª Srª do O em Águas Santas, Maia, com as suas Olaias (ou árvore de Judas ou árvore do Amor) em flor.  Igreja românica, fazia parte do antiquíssimo Mosteiro desaparecido, muito alterada pela justaposição de vários corpos novos nos séc. XIV, (...)

Inspiração

03.04.20, Olga Cardoso Pinto
Uma inconfundível voz numa bela música! Quantas recordações traz...depois de tantos anos ainda a oiço em casa, quando vou a conduzir, bem alto. Ups! A próxima vez que viajar de carro irá ser a primeira música a ouvir, prometo. Adoro a música de Peter Murphy não só a sonoridade mas também a poesia enigmática das letras, como esta Hit Song bem significativa para estes tempos em que vivemos. Espero que apreciem também ou relembrem com gosto, Bjs   Hit Song Peter Murphy Walkin (...)

Bons livros

Autores Portugueses

30.03.20, Olga Cardoso Pinto
Nestes tempos em que estamos mais por casa, nada como pormos a leitura em dia. Há bons livros atuais para deixarmos a nossa mente divagar um pouco, aprender e distrairmo-nos por umas horas. Do meu ponto de vista, precisamos de leituras boas, educativas e bonitas, esqueçamos leituras pesadas que nos remetam para a atual situação de pandemia, para tal temos muita informação a correr nos meios de comunicação. A nossa mente necessita de repouso e estas leituras permitem isso mesmo, um (...)

Bem-vinda Primavera!

20.03.20, Olga Cardoso Pinto
JARDIM PERDIDO Jardim em flor, jardim de impossessão, Transbordante de imagens mas informe, Em ti se dissolveu o mundo enorme, Carregado de amor e solidão. A verdura das arvores ardia, O vermelho das rosas transbordava Alucinado cada ser subia Num tumulto em que tudo germinava. A luz trazia em si a agitação De paraísos, deuses e de infernos, E os instantes em ti eram eternos De possibilidades e suspensão. Mas cada gesto em ti se quebrou, denso Dum gesto mais profundo em si contido, Poi (...)

Dia Internacional da Mulher

08.03.20, Olga Cardoso Pinto
Mulher A mulher não é só casa mulher-loiça, mulher-cama ela é também mulher-asa, mulher-força, mulher-chama E é preciso dizer dessa antiga condição a mulher soube trazer a cabeça e o coração Trouxe a fábrica ao seu lar e ordenado à cozinha e impôs a trabalhar a razão que sempre tinha Trabalho não só de parto mas também de construção para um filho crescer farto para um filho crescer são A posse vai-se acabar no tempo da liberdade o que importa é saber estar juntos (...)

Dar cabo do canastro

27.02.20, Olga Cardoso Pinto
O "canastro" minhoto. O espigueiro é uma construção utilitária e arte popular, construido de forma a guardar o milho, protegendo-o da humidade e dos animais. Geralmente em granito e madeira, tornou-se um elemento emblemático do Minho. As suas origens remontam aos tempos em que os suevos se instalaram na Galiza e norte de Portugal. A sua função era a mesma que a dos nossos dias, no entanto, talvez também fossem armazenados outros cereais. A sua decoração, mais ou menos elaborada, (...)

Inspiração

Loreena McKennitt

20.02.20, Olga Cardoso Pinto
A música, a exótica sonoridade e voz de uma beleza indescritível de Loreena, fazem parte do repertório que oiço quase diariamente para as minhas criações. Este tema, Beneath a Phrygian Sky, pertence ao album An Ancient Muse. The moonlight it was dancing On the waves, out on the sea The stars of heaven hovered In a shimmering galaxy A voice from down the ages So haunting in its song These ancient stars will tell us Our love must make us strong The breeze it wrapped around me As (...)