Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Celebrando

11.12.21, Olga Cardoso Pinto

IMG_2220.JPG

 

És o meu Arco Iris, o meu final de tempestade
A minha luz da madrugada após a escuridão
A minha fonte de água adoçada
A minha alegria, a minha emoção

És o desejo feito carne, doce mel de invólucro duro, temperamental
És traço afinado, projeto vivo, pintura fresca, feito mural
És canto timbrado no silêncio, a voz melodiosa de um recital
És o sonho feito vida, a felicidade de uma prenda de Natal

Meu Filho Arco Iris, sempre meus dias a colorir
Estendes-te por mim como anunciação
Um espectro de luz que se faz refletir
Num murmúrio de uma oração.

 

Parabéns Nuno, meu flhote caçula, amo-te infinitamente.

 

2 comentários

  • Obrigada amiga Lurdes.
    Fica bem.
    Bjs
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.