Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Dar cabo do canastro

27.02.20, Olga Cardoso Pinto

canastro minhoto.jpg

O "canastro" minhoto.

O espigueiro é uma construção utilitária e arte popular, construido de forma a guardar o milho, protegendo-o da humidade e dos animais.

Geralmente em granito e madeira, tornou-se um elemento emblemático do Minho. As suas origens remontam aos tempos em que os suevos se instalaram na Galiza e norte de Portugal. A sua função era a mesma que a dos nossos dias, no entanto, talvez também fossem armazenados outros cereais.

A sua decoração, mais ou menos elaborada, atualmente depende dos gostos e habilidades artísticas do seu proprietário. Na antiguidade, a decoração era alusiva às proteções divinas com motivos rúnicos e símbolos animistas.

Será que a expressão "dar cabo do canastro" que tem como significado dar ou apanhar pancada, advém da importância da preservação e integridade desta construção para as famílias minhotas? 

 

Fotografia: o simbólico espigueiro ou "canastro" da porta azul de Gondomar, em Vila Verde.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.