Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Encontros na Comunidade de Leitores

17.04.19, Olga Cardoso Pinto

comunidade_antonio tavares3.JPG

 

O Encontro com o escritor António Tavares e a Comunidade de Leitores da Biblioteca Municipal da Maia realizou-se este sábado, dia treze de abril.

Nesta sessão tivemos um convidado muito especial: O Clube de Leitura Aroma de Livros, de Lisboa, que segundo os seus membros, é um grupo de amigos que gosta de se reunir para ler em conjunto e partilhar ideias.

António Tavares é autor de “As Palavras que me deverão Guiar um dia” com o qual foi finalista do Prémio Leya e foi vencedor do Prémio Literário Fernando Namora, venceu o Prémio Leya em 2015 com “O Coro dos Defuntos”. “Todos os dias morrem Deuses”é a obra publicada em 2017, o seu último livro “Homens de Pó” foi lido pela comunidade de leitores recentemente.

Este encontro foi um explanar de ideias tanto do escritor como dos leitores, sobre o romance “Homens de Pó”, quase minuciosamente analisado sob uma lupa apaixonada pelas leituras e temas que nos dizem tanto como a descolonização, a resiliência, o recomeço, a revolução de abril e as transformações que fazem os povos avançar.

Como é costume, a sessão terminou com o bolo alusivo ao livro de António Tavares e o brinde ao autor e a todos os presentes que fizeram de uma tarde chuvosa momentos agradáveis de partilha e amizade!

comunidade_antonio tavares1.jpg

comunidade_antonio tavares2.jpg