Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Pais de Anjos

Dia para a Sensibilização da Perda Gestacional e Morte Neonatal

15.10.21, Olga Cardoso Pinto

mybabies.png

 

 

Como descrever um sentimento que é um misto de perda, de dor por alguém que nunca chegou a nascer? Foste um Ser, um Filho, agora Anjo. Um Filho gerado em amor, sem ter nome, colo ou funeral? Apenas um adeus, um vazio, uma saudade, uma memória que guardo em ecografias amarelecidas e testes de gravidez com data. Dou graças pelos filhos, os teus irmãos, agora homens e, no entanto, a tristeza de não estares aqui fisicamente, só na recordação do bater compassado do teu coração pequenino que te falhou e fez sobressaltar os nossos, o meu e o do Papá.
Choro por ti, por vós pequeninos anjos que nunca beijei, nem embalei e que gerados do meu ser nos fizeram Mãe e Pai, nas ausências, nas perdas, numa gestação que não culminou em choro de recém-nascido; sim foi em choro, no nosso choro de pais de braços vazios e corações pesados no luto.
A dor desvaneceu, alegrias foram vividas no entretanto do correr da vida, mas naquele cantinho da alma ficaram dois lugares vazios que só se enchem de luz quando o lampejo de uma lembrança, de um sonho ou de uma oração os vens iluminar…
Somos pais também de Anjos.

 

Hoje é o Dia da Sensibilização para a Perda Gestacional e Morte Neonatal, uma dor que muitos casais sofrem, por vezes sem apoio emocional ou psicológico. Há muito a fazer a nível institucional e na sensibilização que nesta dor também se sofre por alguém, se faz o luto e se precisa de conforto e sobretudo de compreensão. 

Podem visitar o Consultório de Perda Gestacional do Projecto Artémis, porque as palavras e o apoio curam.

 

 

 

16 comentários

Comentar post