Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Ponto a Ponto se une um Conto

10.10.19, Olga Cardoso Pinto

Tenho partilhado neste blog os meus poemas, textos diversos e ilustrações. Pois bem, a partir de hoje e todas as semanas irei publicar os meus contos, em excertos, todas as quintas-feiras. Espero que seja do vosso agrado o meu género de escrita.

Para a próxima 5ª feira (marquem na vossa agenda) será o conto “Em Viagem…”, conto 😊 com as vossas leituras e comentários, e se gostarem partilhem, será um prazer ter o vosso feedback!

Bjs

Aqui fica um cheirinho "Em Viagem...":

orquidea lilas6 (2).jpg

 "A rotina engole o prazer de desfrutar a vida, e nem damos conta que por vezes a vida já passou…

 Neste conto a personagem principal veste a pele de um professor que está preso a uma rotina entediante entre casa, transporte público e trabalho. Mas, há um dia em particular, apesar da desoladora rotina, em que ele se sente diferente dando consigo a apreciar, da janela do metro, a paisagem que se lhe oferece calma e equilibrada da Natureza desabrochando para a primavera.

Fernando não se apercebe que está em trânsito numa viagem diferente. Experiencia várias sensações, admira-se até pela senhora idosa que lhe dirige a palavra, ao contrário dos outros passageiros que não interagem com ele.

A solidão pode isolar ou tornar um solitário em alguém falador, ávido por companhia para poder partilhar ideias, desabafos, conversar, comunicar! Fernando e Ana partilham conversas, confidências e solidão em viagens com destinos desconhecidos. Fernando irá para a escola onde dá aulas? Ana irá para onde? Desconhecemos o destino do professor, sabemos somente que anda de metro e é neste transporte que desvela a sua condição. Condição da qual ele desconhece, alheio à transição que se operou na sua vida. Será Ana quem o levará ao destino da viagem, será ela o seu guia para que Fernando encontre a paragem certa deste percurso a que está agarrado. Será ela a mentora da sua transformação, da tomada de consciência do seu novo eu, da sua evolução e liberdade para prosseguir o caminho certo."

 

5 comentários

Comentar post