Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Celebrando

11.12.21, Olga Cardoso Pinto
  És o meu Arco Iris, o meu final de tempestade A minha luz da madrugada após a escuridão A minha fonte de água adoçada A minha alegria, a minha emoção És o desejo feito carne, doce mel de invólucro duro, temperamental És traço afinado, projeto vivo, pintura fresca, feito mural És canto timbrado no silêncio, a voz melodiosa de um recital És o sonho feito vida, a felicidade de uma prenda de Natal Meu Filho Arco Iris, sempre meus dias a colorir Estendes-te por mim como (...)

Celebrando

08.12.21, Olga Cardoso Pinto
Caminhantes Percorri a vereda naquela manhã soalheira Sem medo, cogitações ou canseira Vi-te ao longe, animado e de presença jovial Saudei-te caro amigo, companheiro na caminhada matinal Contigo aprecio a viagem, as cores, sons e odores que nos envolvem Bebemos revigorados do caminho dos regatos que por ali correm Colhemos de mãos dadas os frutos doces que em meu regaço amadureci Partilhamos segredos, atravessamos pontes, perdi o fôlego, rejuvenesci No aconchego quente do teu abraço (...)

Celebrando

14.09.21, Olga Cardoso Pinto
Meu filho Celebrado em alegria Do meu ventre em agonia Por te ver nascer Assim desejado Moldar-te no crescer Infinitamente amado.   Meu filho Parte de mim arrancada Lançado à terra desbravada Ver-te na encruzilhada percorrer Entre escolhas de caminhos Sentir-te mansamente crescer Dividindo-te em arrojos e carinhos   Meu filho Muito amado és Sempre o serás Meu filho Grata por seres quem és Grata pelo tanto que me dás.   Parabéns Miguel, meu querido filhote, amo-te infinitamente. 💝🎂 (...)