Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Nascer todas as manhãs

15.07.20, Olga Cardoso Pinto
Nascer Todas as Manhãs «Apesar da idade, não me acostumar à vida. Vivê-la até ao derradeiro suspiro de credo na boca. Sempre pela primeira vez, com a mesma apetência, o mesmo espanto, a mesma aflição. Não consentir que ela se banalize nos sentidos e no entendimento. Esquecer em cada poente o do dia anterior. Saborear os frutos do quotidiano sem ter o gosto deles na memória. Nascer todas as manhãs.» Miguel Torga, in "Diário" -1982 Foto: Sistelo - Arcos de Valdevez  

A fonte que não o é

02.07.20, Olga Cardoso Pinto
A Fonte de Águas Santas que deu o nome à freguesia, na cidade da Maia. Esta fonte milenar encontra-se esquecida nas traseiras do casario que brotou, ao longo dos tempos, em frente à Igreja de Nossa Senhora do Ó. A sua origem perdeu-se na névoa dos séculos, permanecendo, no entanto, a igreja de influências românicas e a lenda que a tornou conhecida. Porém, a atual fonte já nada tem da anterior nascente que foi uma referência na localidade, tanto para os habitantes como para os (...)

Ilustrando sentimentos

Evasões virtuais

30.04.20, Olga Cardoso Pinto
Como as nossas atividades, neste tempo de confinamento, se tornaram essencialmente virtuais, vou dar uma caminhada por este bosque virtualmente criado para um conto da minha autoria. Já volto... querem vir?  «Já sinto o odor da floresta, o perfume da Natureza. O trinar das aves ondula pelos meus ouvidos. A brisa fresca revolve as tenras folhas dos carvalhos e prende-se à madeixa dos meus cabelos, zombando da minha admiração pelo cenário que me cativa. O cantarolar da água (...)

A beleza da Natureza na cidade

20.04.20, Olga Cardoso Pinto
«A natureza pinta para nós, dia após dia, quadros de infinita beleza se tivermos olhos para ver...» John Ruskin (Inglaterra 1819-1900) - escritor, crítico de arte, sociólogo, apaixonado pelo desenho e pela música. Foto: Igreja de Nª Srª do O em Águas Santas, Maia, com as suas Olaias (ou árvore de Judas ou árvore do Amor) em flor.  Igreja românica, fazia parte do antiquíssimo Mosteiro desaparecido, muito alterada pela justaposição de vários corpos novos nos séc. XIV, (...)

Despojos que iluminam a criatividade

15.04.20, Olga Cardoso Pinto
« Ao caminhar descendo e saindo do aglomerado da aldeia, a vista alonga-se num verdejante pasto onde se refastelam gordas vacas. Perto do termo do abraço florestal, em local mais soalheiro como num quadro bucólico, uma pequena casa em ruínas. Consegue-se, sem esforço, imaginar o fumo encaracolando vindo da chaminé, reinasse o estio, calor ou gelo, nesta moradia que ainda se ergue humilde na sua pequenez granítica. Outrora coroava-a um jardim repleto de flores coloridas, de pequenas (...)