Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

O nascimento da "Esperança"

O processo de ilustrar

21.10.21, Olga Cardoso Pinto
O processo de uma ilustração até ao seu aspeto final e conclusão envolve inspiração, planeamento, dedicação e por vezes descartar e voltar a fazer.  Esperança/Hope é um misto de sentimentos, ideias e mensagens. Esta minha ilustração digital levou pelo menos um mês até ficar concluída. Foi impressa em papel glicée, com as dimensões 1,50mx1,00m. Pode conhecê-la visitando a 35ª Exposição de Sócios da Cooperativa Árvore (...)

Encontros, livros e conversas

30.09.21, Olga Cardoso Pinto
No passado sábado, dia 25 de setembro, realizou-se o 1º Encontro de Booktubers da Maia. Evento organizado pela Comunidade de Leitores da Biblioteca Municipal da Maia, no ano em que celebra o seu décimo quinto aniversário. O objetivo deste primeiro Encontro foi situar o livro nos novos contextos de leitura, partilhas e divulgação, não esquecendo também a publicação, sendo as plataformas digitais impulsionadoras para novos leitores e novas formas de comunicar o livro. Os três (...)

Convite

20.09.21, Olga Cardoso Pinto
Olá Amigas e Amigos, Convido a visitarem a 35ª Exposição de Sócios da Árvore na Fundação Manuel António da Mota (Mercado do Bom Sucesso -Porto), com abertura na próxima sexta-feira dia 24, pelas 15:30h, patente até dia 31 de dezembro. Participo com a minha obra "Esperança/ Hope", terei muito gosto na vossa visita. Bjs💝  

O Mar também canta

07.09.21, Olga Cardoso Pinto
Canção do Mar Fui bailar no meu batel Além do mar cruel E o mar bramindo Diz que eu fui roubar A luz sem par Do teu olhar tão lindo Vem saber se o mar terá razão Vem cá ver bailar meu coração Se eu bailar no meu batel Não vou ao mar cruel E nem lhe digo aonde eu fui cantar Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo Vem saber se o mar terá razão Vem cá ver bailar meu coração Se eu bailar no meu batel Não vou ao mar cruel E nem lhe digo aonde eu fui cantar Sorrir, bailar, viver, (...)

Ninfas do lago

A inspiração das flores

16.08.21, Olga Cardoso Pinto
Gosto muito de flores e sempre que vejo uma fotografo-a, para posteriormente poder inseri-la numa ilustração. Claro que não lhes faço justiça quando as desenho, pois a real beleza habita no que é natural, no entanto ajudam-me inspirando-me nos meus temas. Este Lírio d'água ou Ninfeia vive placidamente num cuidado lago, que é partilhado por outras belas flores como ela e por pequenas rãs que saltitam alegremente ao sol. A sua beleza não se fica somente pelas bonitas cores e (...)