Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Branco

Desafio Caixa de Lápis de Cor

14.04.21, Olga Cardoso Pinto
Este desafio termina hoje com a cor branca. Recordo que foi criado pela amiga Fátima Bento, do blog Porque Eu Posso, e que tem feito correr tanta escrita!  Como gosto de casas antigas, sobretudo aquelas que ficaram esquecidas pelo tempo, hoje escrevo sobre uma muito especial.      Perdeste a tua altivez granítica, hoje és senhora decrépita lamentando os anos que por ti passam. As memórias do tempo (...)

Castanho-escuro

Desafio Caixa de Lápis de Cor

07.04.21, Olga Cardoso Pinto
Para terminar este desafio Caixa de Lápis de Cor, criado pela Fátima Bento, aqui fica o meu texto subordinada à cor castanho-escuro. E como não referir algo que gosto tanto? O café!   CAFÉ Pela manhã fazes-me acordar para o dia, despertas-me os sentidos e a criatividade. Só no primeiro trago sinto a macieza do teu conforto, o teu amargor cortado pelo açúcar amarelo eleva-me o espírito. E assim (...)

Vermelho

Desafio Caixa de Lápis de Cor

31.03.21, Olga Cardoso Pinto
Mais um desafio Caixa de Lápis de Cor, criado pela Fátima Bento, do blog Porque Eu Posso.  A cor de hoje é o vermelho. Ai, quanto eu teria para escrever sobre o vermelho! É uma das minhas cores favoritas, e como o vermelho é a cor do amor e da paixão aqui fica a minha paixão por sapatos vermelhos e o amor pela minha netinha.   Os Sapatinhos da Benedita Tão bonitos, assim os vi na montra, a (...)

Verde-Claro

Desafio Caixa de Lápis de Cor

24.03.21, Olga Cardoso Pinto
Hoje participo no Desafio Caixa de Lápis de Cor, criado pela Fátima Bento, do blog Porque Eu Posso.  A cor sugerida é o Verde-Claro, e aqui está a minha contribuição para esta caixa já tão rica em belas e criativas participações. Espero estar à altura do desafio. Obrigada querida Fátima por me fazeres sentir bem-vinda.   Dum ovinho pequenino, não nasce só um passarinho Nasce alguém (...)