Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

19 anos felinos

09.04.24, Olga Cardoso Pinto
  🎂   A minha gatinha, a Cookie, completa hoje 19 anos! Um feito para um gato, desculpem, uma gata. É a nossa companheira desde os 5 meses, partilhando a sua vida com os "manos" que cresceram com ela. E, para festejar, hoje terá mimos a dobrar e este poema/estória que lhe é dedicado.    Cookie Rinhonha A Gata Cookie Rinhonha É uma doçura parecendo gente Sempre esbelta e nada panhonha Sem nunca ter usado pente À janela gosta de estar No seu ripanço felino Também gosta de (...)

Vens passear comigo?

03.04.24, Olga Cardoso Pinto
    Venham comigo nesta viagem. Trago-vos um pouco do Minho, dos caminhos e viagens por este "mundo" encantado das serras, do verde e do céu sem fim. Liguem ao mesmo tempo o vídeo e a música, nesta bela faixa de Nina June - When We Fall e deixem-se "cair de amores" por estes lugares.       

Dia Internacional do Livro Infantil

02.04.24, Olga Cardoso Pinto
Hoje celebra-se o Dia Internacional do Livro Infantil, a data escolhida por ser o dia de nascimento do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, em 1805. Como imagem escolhi o meu pequeno livro cheio de aventuras e desafios, escrito e ilustrado com muito carinho para todas as crianças que o possam apreciar. É uma aventura cheia de desafios, protagonizada por uma fada aprendiza e por um rapaz muito especial, unidos por uma ligação mágica entre dois mundos em perigo. O (...)

Um caminho para muitos destinos

01.04.24, Olga Cardoso Pinto
  Neste caminho há muitos destinos à espera... Muito azul sem ser de mar, Muita água sem ser de navegar. Há uma imensidão de campo, De sonhos que quero tanto, De tempo dado sem contrapartida, Reaver aquela joia dada como perdida, De altas serras, de prados sem fim... E ter-te sempre junto de mim, De uma nova vida, de liberdade a inspirar, Olhar contigo o caminho a nos enlaçar.       Fotos: recantos do meu querido Minho   Para ouvir, enquanto lê: Nina June - Moon over the Sun (...)

Passaritos

28.03.24, Olga Cardoso Pinto
    A minha mania de pintar passarinhos. Eis o pisco-de-peito-ruivo! Adoro-os por serem lindos, bons cantores, expressivos e fotogénicos...e porque em tempos arranjei um amiguinho, no parque da cidade, que me permitiu observar de perto os seus afazeres. Foto: Robin, o pisco - aguarela sobre papel.    

Expressividade

27.03.24, Olga Cardoso Pinto
    A expressão é fundamental na arte e na palavra para comunicar sentimentos e ideias. Ter liberdade para o fazer sem magoar o outro, apenas dando-lhe um caminho para aprender, para conhecer outros mundos, outros ideais e visões, para comunicar. Esta pintura expressiva, a óleo sobre tela pintada em 1994, ainda revela as cores do meu pensamento, do meu sentir e estar. Pode haver um deserto de imagem e de elementos, mas a luz e a cor sobre os elementos naturais capta-nos o olhar e o (...)

Preciosidade

Dia Mundial da Água

22.03.24, Olga Cardoso Pinto
    Água! O nosso bem mais precioso. Não há no mundo riqueza maior que esta, água límpida, potável, para saciar a sede a todos, desde os humanos, passando pelos animais, plantas, culturas, uma infinidade de ecossistemas que dela dependem.  "Em 2024, o foco é colocado na Água enquanto instrumento para a Prosperidade e Paz. A UNESCO e a UNECE (Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa) são as Agências das Nações Unidas que lideram esta celebração. A gestão (...)

Dia Mundial da Árvore / Dia Internacional da Floresta

21.03.24, Olga Cardoso Pinto
  Quando eu morrer quero ser Árvore Quero ser seiva a correr pelas minhas entranhas em direção ao coração do mundo Quero ser vida a ascender aos céus implorando-lhes que me vejam, que me sintam Quando eu morrer quero ser Árvore Eterna De tronco forte erguendo-me e estendendo meus braços para que neles poisem as aves, façam os ninhos e cantem melodiosamente Para que as chuvas me inundem, dando-me de beber, lavando as minhas folhas e todo o meu ser Para que de mim nasçam os (...)

Dia do Pai

19.03.24, Olga Cardoso Pinto
Ao leme das suas jovens vidas, vai ele seguro, timoneiro e farol, nas ondas bravias do vasto caminho. Quando aporta no conforto dos abraços, descola da pele o sal da labuta e podemos ver-lhe a doçura do sorriso, do embalo ternurento, do beijo quente. Assim és Pai de homens feitos, para quem os teus olhos poisam descansando teu coração, esperançoso por vê-los irem tal como timoneiros e faróis.     Um b (...)

A beleza das flores

12.03.24, Olga Cardoso Pinto
  Há umas semanas fui ao horto e fiquei encantada com este arranjo floral a receber-nos mesmo à porta, como dando as boas-vindas a quem entrava e à próxima Primavera. Como o senhor Inverno ainda por cá anda (e como foram frios, nevados e chuvosos estes últimos dias!), partilho esta fotografia cheia de cor e de graça, como só as flores o sabem fazer. Boa semana