Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Conto: A Primavera num Arco-Íris

2ª parte

25.08.20, Olga Cardoso Pinto
Para hoje cá vai a 2º parte do conto, continuando a história que foi iniciada semana passada. Aqui está a 1ª parte para quem não leu Boa leitura Bjs   ***        À medida que os humanos se afastavam, aproximavam-se os animais, das cidades e das localidades desertas de gente, talvez curiosos pela ausência humana, em vontades para explorar todo aquele mundo (...)

Conto: A Primavera num Arco-íris

1ª parte

17.08.20, Olga Cardoso Pinto
Hoje inicio a partilha do conto A Primavera num Arco-Íris do qual já tinha publicado a sinopse. Esta história ficcionada, foi inspirada e escrita em pleno confinamento. Ainda hesitei na sua composição, porém a tentação de criar foi mais forte. Deixei vaguear a imaginação para além das paredes de casa, dos pensamentos e dos sentimentos que me assolavam. Tive muito onde me (...)

Escrita e ilustração

Conto «A Primavera num Arco-Íris»

12.08.20, Olga Cardoso Pinto
Sinopse *** O mundo como o conhecemos transformou-se, obrigado a parar e a fechar-se por um vírus desconhecido que foi deixando à sua passagem um elevado número de infetados e mortos. O medo do contágio levou cidades inteiras a ficarem desertas de gente, algo impensável nestes nossos tempos modernos. O ano de 2020 viu a primavera desabrochar por dentro das vidraças das janelas e das varandas. Em família ou em solidão cada um recolhia-se, colocando em pausa a vida do atribulado (...)

Inspiração

Skye - Clock to Stop

28.07.20, Olga Cardoso Pinto
E o relógio gira, roda, vira o tempo que não é nosso...   Skye - Clock To Stop  Album: Keeping Secrets It's all good it's alright Cut the strings to the kite Send it flying Who's to say What this means There's some truth In between Where we're lying Here's to happiness Caving in on us And the clock on the wall Says it's quarter past going too well As you go round again Half way to heaven You do a one-eighty for hell What goes up comes down again Falling stumbling crawling out of love Te (...)

Sentimentos em Poesia

09.06.20, Olga Cardoso Pinto
Respeito=Humanidade   A poalha dos dias traz uma letargia dormente Nesta cidade sem vida, tão vazia de gente Desse respeito ausente e de tão pouca igualdade Chamam-nos de Ser Inteligente Mas de tão parca Humanidade Que seja um só sentir, uma só emoção De uma Liberdade sem Preconceito Batendo com Respeito Feito Uno o Coração.