Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

A planta dos corações

14.02.20, Olga Cardoso Pinto
Quase de mãos dadas, o apaixonado par semeou a planta pequena, franzina, carente de constante afeto. Ela foi crescendo naquele amor extremo, onde não faltava o líquido essencial e a energia da luz. Todos os anos dela germinavam uns botões pequeninos, vermelhinhos, reluzentes, e ao longo do ano cresciam, envoltos naqueles cuidados mimados e carinhosos. Invariavelmente, no dia catorze de fevereiro as flores abriam as pétalas resplandecentes, como duas asas e com a ajuda do vento (...)

Projetos em curso

Escrita e ilustração

04.02.20, Olga Cardoso Pinto
"Acerco-me dela e abraço-a, sinto o seu palpitar que vive nessa beleza eterna de ser a árvore mais mulher que jamais tinha sido vista. Na sua elegância de troncos esguios, nos arredondados e serrilhados das folhas, como bordados, nas flores delicadas e dispostas como um ramo de noiva e nos frutos que emergem do seu aconchego como brincos de dona rica!"   Excerto e ilustração do conto "Avelina" por Olga Cardoso Pinto  

Ilustrando sentimentos

Ode ao café!

31.01.20, Olga Cardoso Pinto
  Café meu de cada dia Sempre constante, uma alegria   Ao acordar e depois do que almoço Às vezes de tarde e sempre que posso   Café meu, doce ou amargoso No frio és quente, no calor vigoroso   Numa esplanada tomado, num qualquer lugar Bebida reconfortante para contigo desfrutar!  

A Gaudí

24.01.20, Olga Cardoso Pinto
“A ornamentação foi, é e será colorida. A natureza não nos apresenta nenhum objeto monotonamente uniforme. Tudo na vegetação, geologia, topografia, reino animal, mantém sempre um contraste de cores mais ou menos vívido [...] ". Antoni Gaudí   O artista que mais admiro, pelo seu talento e visão, pela sua versatilidade e forma de se inspirar na natureza para criar obras tão belas, que ainda hoje nos admiram face a tanta criatividade e arrojo! 

Ponto a Ponto se une um Conto

Histórias de uma Árvore - 3º capítulo

12.12.19, Olga Cardoso Pinto
Olá Amigas e Amigos Leitores! Hoje partilho o último capítulo do conto Histórias de uma Árvore e com ele termino a rúbrica Ponto a Ponto se une um Conto, entretanto regressará após as festividades. Espero que tenham gostado das leituras às quinta-feiras e aguardo a vossa presença em futuras tertúlias de contos ou outras ficções aqui no blog. Obrigada pelo vosso apoio e simpatia! Bjs          Maio chegou pleno de sol, de dias longos e noites cálidas. Os grilos cantavam (...)

Ponto a Ponto se une um Conto

Histórias de uma Árvore - 2º capítulo

05.12.19, Olga Cardoso Pinto
Bom dia! Mais uma quinta-feira e mais um capítulo. Neste excerto de hoje a velha árvore falará? Se o fizer, o que dirá? Neste recanto campestre há muita atividade e conversas para pôr em dia! Vamos espreitar? Bjs          O dia nasceu nublado, vinham de norte as nuvens enfunadas e maldispostas! Os pássaros arrepiados faziam breves incursões aos campos, tentando aquecer-se com as atividades matinais.      As rolas, sempre atentas e grandes cuidadoras da árvore anciã, (...)