Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Fotos do meu álbum

20.05.24, Olga Cardoso Pinto
  Encontrei estas beldades no caminho. A beleza e a simplicidade a saudar-nos numa bela tarde de primavera. Prova que a natureza acolhe-nos e traz a felicidade e a gratidão por podermos desfrutá-la em todas as estações, mas na primavera é todo um hino à alegria em ramalhetes de flores e trinados melodiosos que nos enchem o coração. Quem precisa de arranjos florais, bem acomodados em celofane e longos laços quando, ali mesmo em pleno campo, a natureza nos oferece a visão da (...)

À Janela

13.05.24, Olga Cardoso Pinto
    Por trás daquela janela há algo que não se quer revelar, há segredos escondidos dos olhares. Bem no alto, a janela permite ver o exterior, mas o interior fica ocultado, nada transparece, apenas o ondular do tecido que permeia o vidro. De vez em quando, lá se abre para deixar entrar o ar e a luz sem ser coada pelo linho da cortina, ainda atento para ver se te miro...pobre de um jardineiro que da beleza cuida, porém, a mais bela flor recata-se e eu encantado estou. O jardim (...)

Caminhar pela Natureza

02.05.24, Olga Cardoso Pinto
🌸 Uma caminhada pelo campo, em comunhão plena com a Natureza, permite-me encontrar tantas flores, das quais, na sua maioria, não sei o nome. Apesar da minha ignorância, deleito-me ao fotografá-las, contemplando a sua inegável beleza e singularidade. Estão ali, à beira dos caminhos embelezando-os, atapetando muros e pedras, numa vida breve como alimento e propagação da espécie, e eu alimento o espírito e a minha felicidade por encontrá-las. 🌸  

Ser Sol

26.04.24, Olga Cardoso Pinto
Um sol Pode ser tudo Pode ser algo que ilumine Irradiando energia na nossa vida Pode ser o sol no céu azul O sol da meia-noite A lua iluminando as trevas Pode ser alguém no teu caminho Uma flor do teu jardim... Podes ser tu, posso ser eu...    

Uma verdadeira Obra de Arte

Artigo de opinião

19.04.24, Olga Cardoso Pinto
    A Arte de ser Artista, Mulher e Cinquentona em Portugal Muito difícil conseguir trabalhos, de atrair a atenção de quem usa a ilustração como comunicação e valorização de livros e outros suportes. Muito difícil competir com jovens artista arrojados que tão bem se promovem nas redes sociais. É uma área complicada onde abundam os freelancers, mal pagos, e pouco valorizados, agora juntem a idade...sim, para este mundo hiper-criativo e acelerado sou uma “cota”. Mas sou (...)

Minúsculo

15.04.24, Olga Cardoso Pinto
    Uma flor tão pequenina emerge discretamente de uma planta que não foi semeada, cresceu assim à boleia de uma bonita suculenta, fez-se convidada e parceira de vaso.  De tão diminuto tamanho quase passa despercebida, mas esta beleza delicada, de corola amarela intensa e pétalas brancas, leva-me a admirá-la pela sua tenacidade e perseverança em lutar pelo seu lugar ao sol e na vida. Quantos de nós somos assim, pequenos e despercebidos, de uma beleza imensa como seres. Temos o (...)

Vens passear comigo?

03.04.24, Olga Cardoso Pinto
    Venham comigo nesta viagem. Trago-vos um pouco do Minho, dos caminhos e viagens por este "mundo" encantado das serras, do verde e do céu sem fim. Liguem ao mesmo tempo o vídeo e a música, nesta bela faixa de Nina June - When We Fall e deixem-se "cair de amores" por estes lugares.       

Um caminho para muitos destinos

01.04.24, Olga Cardoso Pinto
  Neste caminho há muitos destinos à espera... Muito azul sem ser de mar, Muita água sem ser de navegar. Há uma imensidão de campo, De sonhos que quero tanto, De tempo dado sem contrapartida, Reaver aquela joia dada como perdida, De altas serras, de prados sem fim... E ter-te sempre junto de mim, De uma nova vida, de liberdade a inspirar, Olhar contigo o caminho a nos enlaçar.       Fotos: recantos do meu querido Minho   Para ouvir, enquanto lê: Nina June - Moon over the Sun (...)

Passaritos

28.03.24, Olga Cardoso Pinto
    A minha mania de pintar passarinhos. Eis o pisco-de-peito-ruivo! Adoro-os por serem lindos, bons cantores, expressivos e fotogénicos...e porque em tempos arranjei um amiguinho, no parque da cidade, que me permitiu observar de perto os seus afazeres. Foto: Robin, o pisco - aguarela sobre papel.    

Preciosidade

Dia Mundial da Água

22.03.24, Olga Cardoso Pinto
    Água! O nosso bem mais precioso. Não há no mundo riqueza maior que esta, água límpida, potável, para saciar a sede a todos, desde os humanos, passando pelos animais, plantas, culturas, uma infinidade de ecossistemas que dela dependem.  "Em 2024, o foco é colocado na Água enquanto instrumento para a Prosperidade e Paz. A UNESCO e a UNECE (Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa) são as Agências das Nações Unidas que lideram esta celebração. A gestão (...)