Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Tempestades

14.06.21, Olga Cardoso Pinto
Dizem que a violência das tempestades é a Natureza a manifestar o seu mau-humor, eu acho que são a forma de Ela demonstrar a sua força, a sua energia, para que tudo volte ao lugar. Pensamento poético é certo, sem as justificações científicas das quais pouco entendo, mas que no entanto me levam a admirar tamanha beleza tão parcamente refletida nesta fotografia - faltam outras sensações que me trouxeram à memória tempos de infância. O odor a terra molhada, o soprar forte do (...)

Dia Mundial da Terra

22.04.21, Olga Cardoso Pinto
Ao longo de tantos anos já muito foi dito, discutido, escrutinado, investigado sobre a crítica situação do nosso planeta. Quais os reais e efetivos avanços para enfrentar a destruição do clima, dos ecossistemas, das espécies e da própria sobrevivência da Humanidade na Terra? Cada um de nós tem uma parte a fazer, como um todo, numa só vontade.  "A Terra é minha casa e a humanidade a minha família.” Kahlil Gibran Imagem: Nábia dando água ao Mundo. Óleo sobre tela. Suges (...)

O Livro e a Criança

02.04.21, Olga Cardoso Pinto
Hoje celebra-se o Dia Internacional do Livro Infantil, lembra-nos como é importante a leitura na infância. Ler para a criança que ainda não o sabe fazer abre-lhe horizontes imensos, ajuda à concentração e à imaginação, condições cruciais para se desenvolverem harmoniosamente. Depois da aprendizagem da leitura, a criança vai querer escolher os seus livros, aprendendo a apreciar os vários géneros. Quem gosta de ler na vida adulta foi uma criança motivada para literatura.  E (...)

A Natureza como vitamina

11.03.21, Olga Cardoso Pinto
«Já sinto o odor da floresta, o perfume da Natureza. O trinar das aves ondula pelos meus ouvidos. A brisa fresca revolve as tenras folhas dos carvalhos e prende-se à madeixa dos meus cabelos, zombando da minha admiração pelo cenário que me cativa. O cantarolar da água desvia-me os sentidos, como é fresco e convidativo. Reparo no efeito da luz e das sombras, criam efeitos fantásticos, surreais, tentam a imaginação. Os raios de sol incidem numa clareira, onde brilha um imenso (...)

Novo Ano em Leituras

04.01.21, Olga Cardoso Pinto
Foi uma manhã de sábado frio, húmido, que nos fez hesitar sair de casa, contudo lá fomos. Após um breve passeio e café tomado, decidimos finalizar a manhã numa livraria. Para meu espanto, o espaço estava bem recheado de ávidos leitores, as duas filas para a caixa de pagamento eram consideráveis. Comentei que era bom ver assim a livraria. Os livros expostos a serem manuseados e consultados por adultos e crianças. Passei pelas estantes e escaparates inteirando-me das novidades, (...)