Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cor da Escrita

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Páginas onde a ilustração e o desenho mancham de cor as letras nascidas em prosa ou em verso!

Celebrando

08.12.21, Olga Cardoso Pinto
Caminhantes Percorri a vereda naquela manhã soalheira Sem medo, cogitações ou canseira Vi-te ao longe, animado e de presença jovial Saudei-te caro amigo, companheiro na caminhada matinal Contigo aprecio a viagem, as cores, sons e odores que nos envolvem Bebemos revigorados do caminho dos regatos que por ali correm Colhemos de mãos dadas os frutos doces que em meu regaço amadureci Partilhamos segredos, atravessamos pontes, perdi o fôlego, rejuvenesci No aconchego quente do teu abraço (...)

Um cheirinho a Natal

Contos de Natal, o nosso livro

06.12.21, Olga Cardoso Pinto
  "O menino sentiu aquele corpo fofo e quente que se aninhava na concha das suas mãos emitindo um som agradável. Levantou uma das mãos e rebrilharam-lhe os olhos quando viu o pequeno pássaro, branco, alvo como a neve que cobria os caminhos em volta da casa. Maravilhado com o minúsculo ser que nas suas pequenas mãos se aconchegava, foi sentar-se à lareira com ela dormitando neste ninho feito de si. Assim ficou por momentos, enquanto a mãe ajudava a idosa a fazer a sua higiene. Qu (...)

Hoje é Natal! Nasceu um Livro!

Contos de Natal dos bloggers do Sapo

03.12.21, Olga Cardoso Pinto
É com um misto de sentimentos que hoje escrevo este post. Sinto muita emoção, orgulho e gratidão por fazer parte deste grupo de autores, que se aventurou nesta empreitada dos contos. Foi pela mão da Isabel que fui puxada para participar em 2020 no desafio dos Contos de Natal, nem imaginava eu no que isto ia dar! Depois o José da Xã (...)

Simbolismos de Natal

01.12.21, Olga Cardoso Pinto
O azevinho está enfeitado pelas pequeninas pérolas vermelhas, vivas e luzidias. As pinhas colhidas recentemente, exalam o odor do frio, do bosque, da caruma fresca. As pequenas flores do heléboro, também chamadas de Rosas de Natal, salpicam de branco o singelo arranjo. Tudo se enfeita, se prepara para a festividade, para a celebração...só faltam as prendas! Pois, as prendas! Sinónimo de assombro após a Consoada, de surpresa, de alegria, o significado do que alguém representa (...)